SÍNDROME DA MORTE SÚBITA INFANTIL

Vocês já ouviram falar nisso????

Queridos muitas coisas a gente passa a conhecer depois que se torna mãe, na minha gravidez eu lia muitos sites, e depois que minha filha nasceu eu tinha dúvida de qual posição adequada pra dormir, alguns pediatras falavam que era de lado, outros de barriga pra cima, procurando na internet sobre isso fiquei apavorada quando descobri essa síndrome, nunca tinha ouvido nenhum relato disso, nunca conheci ninguém que tivesse passado por isso. Vou colocar aqui o que é e como se pode amenizar o risco, já que é um caso sem explicação:

O que é morte súbita?

A síndrome da morte súbita infantil, ou síndrome da morte súbita do lactente (também conhecida como “morte do berço” ou Sids, da sigla em inglês), não é uma doença específica. Trata-se de um diagnóstico que os especialistas dão quando um bebê aparentemente saudável morre sem explicação. Quando nem os médicos nem a autópsia conseguem explicar a causa da morte, ela é classificada como morte súbita.

A síndrome ainda é um mistério para os médicos. No Hemisfério Norte, ela parece ser mais comum que no Brasil, embora exista a possibilidade de aqui os casos não serem adequadamente registrados para fins estatísticos, já que o registro exige a realização de necropsia. Nos Estados Unidos, por exemplo, cerca de 2.500 bebês morrem por ano dentro das características da síndrome. A maioria das mortes acontece durante o sono, à noite, mas nos EUA 20 por cento dos casos ocorrem em creches, escolinhas e berçários, segundo um estudo publicado na revista Pediatrics.

Na década de 1990, campanhas para combater esse tipo de ocorrência passaram a orientar as mães a nunca colocar os bebês para dormir de bruços. Desde então, a incidência da morte súbita caiu em mais de 50 por cento.

fonte: http://brasil.babycenter.com/a2000004/morte-s%C3%BAbita#ixzz3Lm8ZI6pe

Por que a morte súbita acontece?

Ninguém sabe explicar exatamente por que esses bebês morrem. Os especialistas acreditam que seja uma combinação de fatores. Alguns especulam que talvez essas crianças tenham um problema na parte do cérebro que controla a respiração e o despertar, e que por isso tenham mais dificuldade para reagir no caso de alguma coisa atrapalhar a respiração, como cobertas tampando o rosto.

Pesquisas continuam sendo feitas para tentar descobrir por que crianças aparentemente saudáveis morrem sem explicação.

Quando a morte súbita acontece?

A morte súbita acontece com mais frequência durante o sono, mas não necessariamente. Pode ser durante à noite, no berço, mas pode ser também numa soneca de dia, no carrinho ou até no colo dos pais. Além disso, a morte súbita é mais comum no clima frio, embora os especialistas não saibam bem por quê.

Há bebês que correm mais risco que outros?

A síndrome atinge especialmente bebês de 1 a 2 meses. Antes de 1 mês ela é mais rara, e o risco vai diminuindo conforme o bebê vai crescendo.

Há alguns outros fatores, além da idade, que parecem elevar o risco:

– ser menino: a incidência é ligeiramente maior em meninos (cerca de 60 por cento dos casos)

– ter nascido prematuro (antes de 37 semanas de gestação)

– ter nascido com baixo peso (menos de 2,5 kg)

– ser gêmeo, trigêmeo etc.

– casos de morte súbita na família

O que posso fazer para reduzir o risco?

Infelizmente, não há muito que se possa fazer para evitar a morte súbita. Lembre-se de que ela é um fenômeno raro e que, com algumas medidas simples, dá para pelo menos reduzir o risco. As principais são: coloque o bebê para dormir sempre de barriga para cima e não o exponha à fumaça de cigarro.

Ponha o bebê para dormir de barriga para cima

Não abuse de cobertas

Use um colchão firme

Pare de fumar durante a gravidez e não deixe que pessoas fumem perto do bebê

Não agasalhe demais o bebê

Leve seu filho com frequência ao pediatra

fonte: http://brasil.babycenter.com/a2000004/morte-s%C3%BAbita#ixzz3Lm8mlrBg

riscos_morte_subita

Você pode ler mais sobre isso nesses sites: 

http://brasil.babycenter.com/a2000004/morte-s%C3%BAbita

http://drauziovarella.com.br/crianca-2/sindrome-da-morte-subita-infantil/

http://www.educare.pt/opiniao/artigo/ver/?id=11685&langid=1

Anúncios

5 pensamentos sobre “SÍNDROME DA MORTE SÚBITA INFANTIL

  1. Sempre tive medo dessa síndrome e nunca deixej meus filhos dormirem de bruços. Além disso sempre dormiram ao meu lado… me sentia mais segura assim. E pode parecer loucura mas… meu esposo sempre acordou no meio da noite pra “conferir” se o bebê estava respirando.

    Curtido por 1 pessoa

    • Também tinha esse medo, agora quanto a questão de ver se o bebê está respirando, acho todo pai e mãe sempre fazem isso. Pode perguntar, tem gente com filho já grande e disse que ainda confere se ele tá respirando quando dorme :). Obrigada pela visita, bjs.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Ótima matéria, parabéns! Andei pesquisando sobre o tema e descobri que hoje existem produtos / tecnologias que auxiliam a alertar os pais sobre problemas respiratórios. Estes produtos em sua maioria são importados, porem um dos melhores que encontrei é nacional, e auxilia a monitorar a apneia infantil e a SMSL. O produto é o BabyHug, uma espécie de buttom que fica preso na roupinha do bebê para enviar alertas quando o bebê não estiver respirando direito. Eu já encomendei o meu e recomendo muito! Achei importante compartilhar, para salvar vidas e auxiliar no dia a dia dos pais. Beijos Mah.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s