Biblioteca Nacional

Olá galerinha, tudo bem?

Hoje vou falar um pouquinho da Biblioteca Nacional que é situada no Rio de Janeiro, nunca fui muito fã de história mas ser blogueira também é cultura, estive esses dias fazendo uma visitinha a biblioteca e vim aqui contar pra vocês.  Há alguns anos  eu fazia uso da biblioteca como leitora, eu estagiava no centro e fazia faculdade a noite então a biblioteca era meu lugar de estudo, eu não lembro se eu tinha um cadastro, lembro que um pegava um crachá para sala dos leitores (porque visitantes usa outro crachá), eu listava os livros que iria precisar, fazia a solicitação e eles traziam para mim, não pode retirar o livro de lá, não pode fazer fotocópia e nem fotografar, o jeito era copiar tudo a mão mesmo.

Nessa minha última visita fui para admirar a construção mesmo, é um prédio muito lindo, de acordo com o site sua inauguração foi em 1910. Mas a história da Biblioteca Nacional é bem mais antiga, constando como data oficial de 1810 (Biblioteca Real).

Informações do site:

“A Biblioteca Nacional do Brasil, considerada pela UNESCO uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo, é também a maior biblioteca da América Latina. O núcleo original de seu poderoso acervo, calculado hoje em cerca de dez milhões de itens, é a antiga livraria de D. José organizada sob a inspiração de Diogo Barbosa Machado, Abade de Santo Adrião de Sever, para substituir a Livraria Real, cuja origem remontava às coleções de livros de D. João I e de seu filho D. Duarte, e que foi consumida pelo incêndio que se seguiu ao terremoto de Lisboa de 1º de novembro de 1755.”

“A Biblioteca Nacional está aberta para visita de segunda a sexta, das 9h às 17h. Os visitantes, munidos de documento com foto, podem conhecer por dentro esse belo prédio histórico, com destaque para sua arquitetura imponente, que inclui escadarias, amplas clarabóias em vitral colorido, bela ornamentação, salas preservadas, além das obras de arte, como quadros e esculturas.

Nos diversos espaços internos da Biblioteca – como salas de acervo e corredores – os visitantes também têm acesso a exposições temáticas, que reúnem peças de diversas coleções, disponíveis nos corredores, nas salas de acervo e no Espaço Cultural Eliseu Visconti.

Para fazer dessa uma visita inesquecível, a Biblioteca Nacional seleciona e prepara guias com profundo conhecimento da sua história, coleções, acervos e principais obras. Caso prefira, o visitante também tem a opção de fazer a visita sem um guia.

As visitas também podem ser agendadas para grupos específicos, permitindo um discurso dirigido para cada público, em função de seu perfil e interesses.

Orientações

  • As visitas são gratuitas e realizadas em horários pré-estabelecidos. As visitas especiais ou em grupos deverão ser agendadas com antecedência.
  • Para mais informações, ligue para (21) 2220-9484 ou envie um e-mail para visiguia@bn.br.
  • O acesso só é permitido mediante apresentação de algum documento com foto. 

Biblioteca Nacional do Brasil

Endereço:

Av. Rio Branco, 219 Centro, Rio de Janeiro – RJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s